Ecologia

 

 

Microbacia Hidrográfica

 

é uma área geográfica delimitada por divisores de  água (espigões), drenada

por um rio ou córrego, para onde escorre a água da chuva.

 

 

 

 

Visando a preservação das microbacias hidrográficas foi desenvolvido o Programa Estadual

 

 

Visando a preservação das microbacias hidrográficas foi desenvolvido o Programa Estadual de Microbacias Hidrográficas que é um programa do Governo Estadual executado pela Secretaria de Agricultura e Abastecimento, através da Coordenadoria de Assistência Técnica Integral - CATI, com o objetivo de promover o desenvolvimento rural sustentável no Estado de São Paulo, que tem a microbacia hidrográfica como unidade de trabalho.

Tem como objetivos:

·       Contribuir para a conscientização da comunidade sobre a necessidade de conservação dos recursos naturais.

·       Eliminar os problemas causados pelas erosões.
Viabilizar a recuperação de áreas degradadas.

·       Reduzir o custo de manutenção das estradas rurais.

·       Diminuir os riscos de poluição da água, contaminação de alimentos e intoxicação  do homem pelo uso de agrotóxicos.

·       Recompor e manter as matas ciliares.

·       Proteger mananciais e nascentes.

·       Fortalecer a organização dos produtores rurais.

·       Capacitar os agricultores para o gerenciamento eficiente da unidade de produção de forma sustentável.

·       Transformar os agricultores e suas famílias em agentes de desenvolvimento.

O Programa pretende que em um período de seis anos serão trabalhadas 1.500 microbacias hidrográficas numa área aproximada de 4,5 milhões de hectares, beneficiando diretamente 90 mil produtores rurais e suas famílias. O Programa atenderá prioritariamente às regiões onde a degradação dos recursos naturais juntamente com os problemas socioeconômicos levaram à baixa rentabilidade das explorações e, conseqüentemente, ao empobrecimento do setor agropecuário.

Poderão participar todos os Municípios do Estado de São Paulo que tenham o Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural legalmente formalizado e manifestem seu interesse em participar do Programa apresentando uma Proposta de Adesão. As propostas serão analisadas pelos Conselhos Regionais de Desenvolvimento Rural, que decidirão a ordem de prioridade para atendimento dos municípios interessados. Prioritariamente, serão atendidos os municípios que apresentarem maiores níveis de degradação dos recursos naturais e de pobreza rural.

O Conselho de Desenvolvimento Rural representante do setor agropecuário no município decidirá, através de uma série de critérios, quais as microbacias que possuem maior degradação ambiental, maior número de pequenos produtores rurais e maior interesse da comunidade em resolver os problemas ambientais e socioeconômicos que estejam impedindo o seu desenvolvimento.

A comunidade de agricultores juntamente com o Engenheiro Agrônomo da Casa da Agricultura,

identificarão e analisarão os principais problemas da microbacia selecionada. Em seguida,

discutirão com serão solucionados esses problemas, quais os recursos necessários, onde serão

obtidos, como e onde aplicarão esses recursos, e qual o cronograma para a aplicação desses

recursos, elaborando-se, assim, o Projeto Técnico da microbacia, resultado da participação e

compromisso da comunidade para solução de seus problemas.

 

 

 

 

MAPA DOS MUNICÍPIOS COM PLANOS APROVADOS

Pesquisa realizada por Mayra Aguiar

sites consultados:

www.cati.sp.gov.br

www.ana.gov.br

  Voltar ao  topo